Charutos
 
CHARUTOS > brasileiros > dannemann
     
 
 

Dannemann

Fundação: Segunda metade do século XIX
Fábrica: Dannemann
Procedência do Tabaco: Bahia - Brasil

Fundada na segunda metade do século XIX pelo alemão Gerhard Dannemann, a mais antiga fábrica de charutos do Brasil iniciou sua produção com apenas seis funcionários. Geraldo Dannemann - como passou a ser chamado - chegou ao País em 1873, quando comprou a então falida empresa de charutos Schnarrenbruch e mudou-se para São Félix, na região do Recôncavo Baiano.

A escolha baseou-se na conhecida qualidade dos fumos produzidas na Bahia. Nos primeiros anos de funcionamento, a empresa teve um espantoso crescimento, chegando a ser a maior produtora de charutos do País, além de uma importante exportadora, tendo na Europa seu principal mercado e na Alemanha, sua porta de entrada. Nesta época, seis fábricas da Dannemann empregavam cerca de 4 mil pessoas na Bahia.

Em 1906, Geraldo Dannemann saiu da empresa, mas só depois da I Guerra Mundial que começaram a surgir os primeiros problemas financeiros, quando a Europa já não tinha estrutura para ser um comprador tão bom. As dificuldades forçaram a fusão com a Stender, dando origem à Companhia de Charutos Dannemann, em 1922, um ano após a morte de Geraldo Dannemann. A II Guerra Mundial agravou os problemas na Europa e, conseqüentemente, as dificuldades da Dannemann.

O governo brasileiro, então, através do Banco do Brasil, responsabilizou-se pela empresa, que passou a se chamar Companhia Brasileira de Charutos Dannemann. Em 1945, ela foi devolvida a seus proprietários, mas não resistiu e acabou falindo nove anos depois. O grupo suíço Burger adquiriu a licença do nome Dannemann em 1976, e produz até hoje os charutos da marca, que não perdeu seu prestígio na Europa. Atualmente, a empresa produz os charutos Salvador, Menudo, Maduro, Especial, nº 1 e São Félix, além da linha Artist Line e as cigarrilhas Reynitas e Bahianos.


Charuto e Arte

Que o charuto é uma arte todos concordamos, que se pode gerar arte a partir dele já é uma novidade. Foi pensando nisto que o tradicional fabricante de charutos Dannemann localizado na cidade de São Félix, na Bahia, abriu as portas para a VI Bienal do Recôncavo no Centro Cultural Dannemann, no último dia 9 de novembro, reunindo artistas, turistas, admiradores de arte e imprensa.


Artistas do Brasil, Argentina e Holanda foram os responsáveis pela enorme quantidade de temas e formas artísticas expostas. Dos mais de dois mil inscritos, 119 artistas foram selecionados para concorrer aos prêmios. O júri foi composto pelos artistas plásticos Sérgio Rabinovitz e Justino Marinho, pelo fotografo Kabá Gaudenzi, pela crítica de arte Matilde Mattos além do presidente da Cia. Brasileira de Charutos Dannemann, Hans Leusen e o diretor do Centro Cultural Dannemann, Pedro Achanjo.

O Grande Prêmio Viagem à Europa foi para o artista plástico Florisvaldo Nascimento Filho, da cidade de Valença (Bahia), escolhido por unanimidade por suas duas obras, esculturas em madeira, metal e vidro, Articulando I e Articulando II. A viagem será para a Alemanha pelo período de um mês. Judite Pimentel de Feira de Santana (Bahia) e Georges Rechberger de Berna (Suíça) foram outros artistas premiados tendo suas obras adquiridas pelo Centro Cultural.

Na abertura do evento a Filarmônica União Sanfelista tocou diversas músicas antes do lançamento do CD do IX Festival de Filarmônicas do Recôncavo, outro projeto do Centro Cultural Dannemann, gravado ao vivo no encerramento do IX Festfir - realizado em dezembro de 2001 no mesmo local. Após o lançamento o público pode apreciar a performance Corposcaos do coreógrafo e bailarino Itamar Sampaio.

Hans Leusen, Presidente da tradicional Fábrica de Charutos Dannemann e fundador do Centro Cultural Dannemann criado em 1989 com a restauração da fábrica estava muito contente com os resultados pois o Centro Cultural é mencionado em todos lugares que vai como um marco na arte da Bahia. Apoiada pelo Ministério da Cultura e pela Unesco, a Bienal do Recôncavo vai até dia 18 de Janeiro de 2003. Para maiores inforamações visite o site www.centroculturaldannemann.com.br

Centro Cultural Dannemann
Tel: 75-425.2208 / Sr. Pedro Arcanjo.
Av. Salvador Pinto, 29 Centro
Cep: 44.360-000 São Félix - BA

 

     
   
       
Dannemann Artist Line Double Corona
191mm x 17mm
 
     
    Nota média das avaliações:8,5
     
  Envie sua Avaliação
Confira as avaliações deste charuto:
     
Eduardo V.
Sinop - MT
  Gosto forte e compacto e sabor sóbrio. Nota 9,0.
     
Paulo Cesar P.
Rio de Janeiro - RJ
  Pessoalmente gostei muito, do sabor e perfume. Nota 8,3.
     
Caio C.
Niteroi - RJ
  Excelente custo benefício. Incríveis 1 hora e 40 minutos de baforadas... Charuto de força média, com um retrogosto muito marcante. Por indicação do dono da tabacaria, degustei com um expresso que me deixou um gostinho de quero mais... Indico a todos com tempo para apreciar um belo charuto com um ótimo custo benefício apesar de ter fluxo ser um pouco travado. Nota 8,5.
     
 
 
Dannemann Artist Line Corona
137mm x 17mm
 
       
   
     
    Nota média das avaliações: 8,9
     
  Envie sua Avaliação
Confira as avaliações deste charuto:
     
Otavio R. P. Júnior
Santo Antonio de Jesus - BA
  Minha preferência entre os charutos top brasileiros. Do início ao fim um ótimo charuto, com queima perfeita e fluxo adequado. Adoro o produto, muito regular em sabor em toda a caixa, salientando o charme da fabrica, conforme citei nas avaliações do Robusto. Quem tiver oportunidade faça a visita. Nota 8,8.
     
João Carlos R.
Rio de Janeiro - RJ
  Charuto muito saboroso. Vale mais a pena levar uma caixa desse do que os cubanos baratos. Acabei de degustar um agora, depois de uma bela feijoada. Isso é que é vida! Nota 9,3
     

Alex M.
Taubaté - SP

  Meu nacional preferido, é um charuto forte comparado aos outros nacionais, com ótima queima, retrogusto delicioso, a linha Artist Line da Dannemann está de parabéns, o preço é um pouco mais alto que os outros nacionais, mas vale a pena e pode facilmente estar lado a lado com charutos mais "famosos" e renomados! Nota 9,5.
     
Ricardo M.
Fortaleza - CE
  Gosto excelente, retrogusto marcante, queima uniforme. Um dos melhores charutos produzidos no recôncavo, com certeza. Nota 9,1.
     
Rafael M.
Curitiba - PR
  O principal problema encontrado foi o fluxo, prejudicando a degustação como um todo. Entretanto, aroma leve e refinado. Nota 8,0.
     
Rafael M.
São Bernardo do Campo - SP
  Era para ser uma degustação incontestável por se tratar de um Dannemann, no entanto foi uma decepção muito grande, o charuto apresentou um terrível amargor e incomodo na garganta logo no 1º Terço, parei a degustação. Com certeza foi um caso isolado, pois esse tipo de situação é encontrada em charutos baratos que possuem pouco tempo de maturação ou até mesmo nenhum. Nota 7,2.
     
Josue Murilo
Salvador - BA
  O melhor brasileiro que já provei, mata fina da melhor qualidade.Combustao flúida continua e suave, retrogusto levemente apimentado e e terra molhada. A fumaça não é densa, mas a combustao é perfeita e as cizas caem totalmente uniformes. Maravilho. Sem falar na caixa de madeira q já é uma obra de arte, conte ate o nome de quem enrolou o charuto. Recomendadíssimo. Nota 9,7.
     
Newton S.
Salvador - BA
 

Otimo charuto na minha opinião e olhe que ja trabalhei na antiga suerdieck e fiz parte do painel de fumantes da mesma dando opiniões tecnicas diversas e infelizmente nunca vi nenhum comentario meu publicado de qualquer maneira muito grato é a ultima vez que comento grato. Nota 9,1.

     
 
 
Dannemann Artist Line Panatela
130mm x 15mm
 
       
   
     
    Nota média das avaliações: 7,6
     
  Envie sua Avaliação
Confira as avaliações deste charuto:
     
Rafaek M.
São Bernardo do Campo - SP
  Tabaco saboroso, mas o fluxo estava muito travado, não chegou a comprometer totalmente a degustação, mas acabou criando um certo desprazer. Pelo custo é interessante avaliar se não vale mais a pena adquirir outros nacionais com qualidade semelhante. Nota 8,1.
     
Wallacy V.
Belo Horizonte - MG
  Um charuto com grande potencial. Possui um sabor agradável, um bom aroma, boa construção. Porém, dos cinco charutos que adquiri um estava completamente plugado e os outros apresentavam um fluxo difícil, que prejudicou muito a degustação. Nota 7,1.
     
 
 
Dannemann Artist Line Robusto
127mm x 20mm
 
       
   
     
    Nota média das avaliações: 9,2
     
  Envie sua Avaliação
Confira as avaliações deste charuto:
     
Otavio R. P. Júnior
Santo Antonio de Jesus - BA
  Um ótimo charuto, o melhor nacional na minha opinião. Toda a linha Artist Line da Dannemann é excepcional e merece ser degustada e valorizada. A fábrica é um charme e também  merece a visitação, onde vemos o charuto ser enrolado manualmente por funcionárias de ótimo humor. Saliento ainda a preocupação em reflorestamento que a empresa possui. Vale muito a pena. Nota 8,7.
     
Adri R. M. da T.
Canoas - RS
  Na minha opinião, é o melhor charuto feito no Brasil, podendo rivalizar com os melhores charutos feitos na Republica Dominicana, Nicaragua e Honduras. Nota 9,6.
     
Eider C. da N. Filho
São Paulo - SP
  Excelente charuto, entretanto como em todos os nacionais que provei, precisam aprender a queima. Nota 8,1.
     
Euclides C.
Campinas - SP
  Os charutos Dannemann Artist Line estão entre os melhores do Brasil. Atualmente tive a oportunidade de degustar um Dannemann Artist Line Robusto Reserva 2006 e fiquei impressionado. Experimentem! Nota 9,0.
     
Marcello M.
Salvador - BA
  Para mim que gosto muito e aprecio, este é o melhor charuto nacional na minha opinião; lembro-me muito dele quando era produzido em minha terra natal, Maragogipe-Ba, que também tinha outra grande fábrica, a Suerdieck, que se fechou, por descaso dos poderes públicos. Comecei a fumá-los quando estagiei na velha Suerdieck, já que tinha uma parceria com a Dannemann. Sinto muitas saudades desses tempos áureos...
Segui a influência de meu Avô e de Pai... Nota 10.
     
Rafael M.
São Bernardo do Campo - SP
  Um charuto incrível em todos os aspectos, realmente um orgulho do tabaco nacional. No entanto tem um custo elevado se comparado a outros nacionais com qualidade semelhante, ou seja, um excelente charuto, mas o custo deixa dúvidas na hora da compra. Nota 10.
     
Rodolfo C.
Campinas - SP
  Realmente um absurdo de aroma e sabor! Um charuto de fácil saboreio. Mas é exatamente pela sua simplicidade no sabor, que o torna, o melhor charuto a ser degustado ocasionalmente. ótimo custo beneficio. foi um grande prazer conhecer esta bitola ! Nota 8,7.
     
Lucas K.
Rio de Janeiro - RJ
  O melhor charuto Brasileiro q tem . Na minha opinião !! Nota 10.
     
Domingos P.
Concordia - SC
  Charuto formidável,queima bem,brasileiro ótimo,experimente este maravilhoso charuto. Nota 9,5.
     
 
 
Dannemann Artist Line Robustinho
110mm x 20mm
 
       
   
     
    Nota média das avaliações: 7,9
     
  Envie sua Avaliação
Confira as avaliações deste charuto:
     
Marcel N.
São Paulo - SP
  Minha primeira fumada de um  Dannemann: Indicado pelo vendedor fiquei muito satisfeito, construção bem apertada, porém com um bom fluxo, a queima não foi regular.
Aroma bem equilibrado entre pimenta, madeira e couro. Nota 8,5.
     
Rafael M.
São Paulo - SP
  Charuto com a puxada extremamente pesada, o que tirou o prazer de fumá-lo devido a exigência excessiva dos pulmões, essa dificuldade acabou ofuscando outras qualidade do charuto. Nota 7,3.
     
 
 
Dannemann Número 1
163mm x 17,8mm
 
       
   
     
    Nota média das avaliações: 8,1
     
  Envie sua Avaliação
Confira as avaliações deste charuto:
     
Otavio R. P. Júnior
Santo Antonio de Jesus - BA
  Ótimo charuto, com queima uniforme e sabor marcante, porém suave. Agradou-me como  uma opção mais em conta para o dia-a-dia. Nota 7,3.
     
Sergio AP
Pinhais - PR
  Um otimo charuto brasileiro, tem um sabor diferenciado dos demais...Vale a pena. Nota 8,1.
     
André D.
São Paulo - SP
  Um dos melhores nacionais que já degustei! bom preço, e o principal é a explosão de sabor bem semelhante ao tabaco cubano! sabor marcante amanteigado com notas de cacau e cedro! excelente com whisky ou cerveja escura amarga tipo stout com alto teor alcoólico! Nota 9,6.
     
Eric
São Caetano do Sul - SP
  Otima escolha para o dia a dia, baixo custo mas um grande sabor! Nota 8,1.
     
Max J.
Rio de Janeiro - RJ
  Um charuto simpático! Bem suave, queima regular, boa consistência e textura. Cinzas branquinhas e firmes. Retrogosto agradável. Precisava só de um realce no aroma. Ideal pra principiantes! Nota 8,75.
     
Peter dos S.
Brasilia - DF
  Sim, a experiência foi muito agradável, principalmente porque não irrita a garganta, não deixa resíduos, fantástico. Atenciosamente. Nota 9,1.
     
Armando
Salvador - BA
  Ñ achei nenhuma maravilha e nem um pouco inusitado. Bom sabor e retrogosto, mas devo seguir fumando os q já tenho costume. Em td caso, foi uma boa experiência, especialmente por conta do uísque com o qual degustei esse charuto. Nota 7,3.
     
 
 
Dannemann Maduro
130mm x 15mm
 
       
   
     
    Nota média das avaliações: 8,2
     
  Envie sua Avaliação
Confira as avaliações deste charuto:
     
Henrique F.
Sorocaba - SP
  Bem picante, bom fluxo e perfumado. Começou meio solto depois ficou perfeito. Recomendo. Nota 8,6.
     
Luiz Cesar
São Paulo - SP
  Muito picante. Fumaca densa e bonita. Melhor se acompanhado de uma bebida. Nota 7,0.
     
Igor M.
Blumenau - SC
  Capa com bom acabamento; Queima irregular; Primeiro terço com aromas promissores mas que não se sustentam no segundo terço que apresentou muitas notas herbáceas...mal maturado??? Terceiro terço muito quente, defumado, algum fundo a cedro e caramelo, mas há nacionais mais baratos e complexos pelo preço. Todavia um charuto que se fuma fácil. Nota 7,7.
     
Anderson R.
Niteroi - RJ
  Na avaliação visual Capa com bastante veios, com construção melhor que o Danneman Sem nome. Aroma gostoso semelhante aos cubanos, o fluxo bom com gosto amadeirado. Vamos acende-lo. Nas primeiras baforadas nota discreta de café e um pouco picante também. Queima um pouco irregular. Fluxo muito bom com bastante fumaça, aroma da fumaça agradável e gostoso. cinza claras porem não segura a cinza correndo o risco de cair na roupa. No segundo terço não apresenta muita mudança ficando um pouco mais picante. Já no inicio do terço final começou a ficar amargo, muito amargo. Para quem gosta de uma baforada de 30 a 40 minutos e com sabor picante, eu recomendo. Não é um mau charuto. Nota: 9,0.
     
Rogério C.
Camaçari - BA
  Picante, típico do tabaco nacional, fluxo constante, lembra terra e cacau, final supremo. Nota 9,0.
     
 
 

Dannemann Sem Nome
(Short Filler)
140mm x 18mm

 
       
   
     
    Nota média das avaliações: 8,7
     
  Envie sua Avaliação
Confira as avaliações deste charuto:
     
Aurélio F.
São Paulo - SP
  Um short filler interessante. Sabor presente desde o começo. Nota-se a presença dos tabacos Dannemann dos no.1, porém sem evolução de sabor ao longo da queima. Sabor suave-médio. Bela capa, bom fluxo e aroma porém pedaços de tabaco na boca podem incomodar um pouco. Não é de modo algum um charuto ruim. Nota 6,8.
     
Antonio Carlos B.
Rio de Janeiro - RJ
  Charuto de queima muito boa, aroma suave e sabor muito bom. Quando fumei este charuto nao quis saber de outra marca. Nota 9,3.
     
Fernando G.
Campina Grande - PB
  Já degustei este charuto por indicação e gostei principalmente do aroma, apesar de ser um principiante na arte de fumar charutos. Sinto dificuldades em encontrá-los na Paraíba. Nota 8,2.
     
Fernando G.
Campina Grande - PB
  Já degustei este charuto Por indicação e gostei principalmente do aroma, apesar de ser um principiante na arte de fumar charutos. Nota 8,2.
     
Adauto J.
Tupã - SP
  Charuto ótimo para quem está iniciando nas baforadas, ótimo custo x beneficio achei a queima um pouco irregular mas nada que atrapalhe uma boa degustação. Nota 7,2.
     
Paulo L.
Salvador - BA
  Não sou muito experiente na degustação de charutos mas o Sem Nome é sem dúvida um excelente custo X beneficio alem de ser gostoso de fuma-lo. Nota 8,2.
     
Leandro C.
Rio de Janeiro - RJ
  Comprei dois avulsos, só que maduros. Que surpresa agradável! Fluxo perfeito. Fumaça cremosa. Sabor adocicado e suave. Cinza clara e consistente. Queima excelente. Não aquece no final. Me fez muito lembrar o sabor do Dona Flor. Muito próximo mesmo. E o melhor: o preço. extremamente desonesto (para o faricante...rs). Resultado: voltei no dia seguinte e comprei 2 pacotes, e pretendo estocar para aguardar o calendário Maia.... Nota 9,3.
     
Reinaldo G.
São Paulo - SP
  Belo nacional. Fluxo e aromas muito bons, queima perfeita. Um charuto muito bem balanceado. gostei, merece ter alguns sempre no humidor. Nota 7,8.
     
Márcio André R.
Indaial - SC
  Por sugestão do vendedor acabei comprando um Dannemann Sem Nome e não me arrependi, embora confesse que num primeiro momento fiquei relutante. Doravante não faltará em meu estoque. Nota 8,9.
     
Rafael M.
São Bernardo do Campo - SP
  Um charuto razoável, o custo/benefício é interessante para apreciadores de Dannemann (não é muito o meu caso), só não espere muito deste charuto para não se decepcionar, mas vale a pena experimentar. Nota 8,1.
     
Anderson R.
Niteroi - RJ
  Avaliação visual capa com muitos veios e quebradiça péssima apresentação. Aroma amadeirado, o fluxo bom e com gosto amadeirado também, acho que isso se deve pelo fato de ter descansado meses no meu umidor. Vamos acendê-lo. Nas baforadas iniciais gosto amanteigado e suave. O aroma da fumaça muito gostoso e fluxo muito bom mesmo. Queima um pouco irregular. Cinza clara e um pouco mais consistente. Apresenta no inicio do segundo terço nota discreta de café e fica um pouco mais forte. Segundo terço adocicado e muito agradável, apesar de ter apagado tendo que acendê-lo novamente. Terço final apesar de um pouco amargo continua agradável. Conclusão final: é um ótimo charuto e possui relação custo x beneficio muito boa e retrogusto bom. É um dos meus favoritos, fumei até quase queimar os dedos. Rsrsrs... Nota: 8,7.
     
Fernando G.
Curitiba - PR
  Excelente charuto com base na relação custo beneficio, um grato momento de degustação é garantido! Nota 8,7.
     
Gabriel L.
Rio de Janeiro - RJ
  Por se tratar de um charuto de baixo preço, fumo picado, e creio que feito para atrair certo público cumpre o que promete. Percebi aromas de tabaco mesmo, nada além disso. No começo o fluxo estava muito preso, tive que dar umas 3 ou 4 puxadas simultâneas para ter um fluxo bom, da metade pro final melhorou como era de se esperar. Por ter feito isso, esquentou bastante o charuto e amargou consideravelmente no final. Compraria novamente? Não. Há charutos nessa faixa de preço melhores que esse. Nota 5,7.